Buy In: O que é e como pode melhorar sua equipe

O Buy In é um termo da moda no mundo esportivo. Ainda não é muito usado no Brasil, e você pode ser um pioneiro por aqui, porque internacionalmente está na boca de todo mundo. Se você está se aperfeiçoando como líder, já leu nosso post sobre liderança, no qual citamos que um dos motivos para o time australiano ter alcançado o sucesso foi o Buy In. Agora você vai entender com mais detalhes o que significa o Buy In.

Buy In é uma mentalidade, uma crença, e, principalmente, o primeiro passo para que grandes coisas aconteçam coletivamente. E o termo se refere à compra de alguma ideia. Primeiro pelo líder, tendo em mente o sucesso da equipe, o coletivo acima do individual, o “Nós” maior que o “Eu” (We > Me).

Na prática, essa “compra da idéia” ou “Buy In” tem mais sucesso quando começa de cima para baixo, ou seja, quando o melhor jogador do time/capitão/melhor funcionário são direcionados a abraçarem a ideia primeiro. Os outros integrantes são inspirados pelo líder, e por isso também compram a ideia.

Dessa forma, toda a equipe abraça a ideia de forma natural, criando um sentimento de coletividade e sucesso que levarão o time à vitória. Para ter um exemplo, vou contar para vocês um caso que aconteceu com nosso professor Alessandro Begnini, no início de 2017:

O Alê assumiu uma nova turma e, apesar de ainda estar em fase de treinamento como coach, foi dada essa oportunidade para testar na prática o que estava aprendendo. Supervisionado pelo professor Leonardo, o Alessandro encontrou dentro de uma turma, um grupo de jovens com muita dificuldade em respeitar as regras. Ele percebeu que um deles era o que motivava os outros. O comportamento dele seria o primeiro a ser transformado.

Então, o professor focou nesse garoto. O primeiro passo foi pedir sua ajuda para ser o responsável por manter as bolas organizadas durante o treino. O menino passou o treino todo sem deixar ninguém chegar perto das bolas, a não ser quando o professor Alessandro permitia. Na outra aula, foi a vez de chamá-lo para ajudar a organizar as filas. Todos estavam em fila e além disso, os amigos se comportando como nunca. O último passo foi o dia em que o aluno teve a oportunidade de ajudar a dar a aula e recebeu o apito.

Essa forma de fazer com que todos comprem a ideia é parte da metodologia adotada em nossas aulas. Vale contar que foi sucesso total, pois pelo exemplo, mostramos uma forma melhor de agir. Criamos oportunidades para inclusão de todos e empoderamento. Acredito que isso seja o diferencial de um time de sucesso.

Há várias formas de comunicar a ideia para que ela seja abraçada. Por exemplo, desde materiais motivacionais, atitudes pessoais que inspirem os outros, e até elogios quando o comportamento desejado é realizado. Aqui vale uma outra dica, muito usada com nossas crianças: elogio é em público e bronca é em particular.

A meta é criar uma cultura de GRANDE NÓS e pequeno eu (BIG WE / little me), ou seja, ter o coletivo acima do individual.

Agora que esclarecemos o que Buy In, é hora de colocar em prática e começar a prestar atenção nos times que são bem sintonizados/entrosados, e perceber como eles traçam uma trajetória de sucesso!

Caso tenha alguma dúvida ou comentário, compartilha aqui com a gente. E, depois, conta se as nossas dicas estão te ajudando?