Como falar Rugby em 5 posts: Chutes (Kicks) – Parte 2

Na parte 1, eu contei como foi o meu primeiro contato com o Rugby e como estranhei alguns dos termos. Aqui vou continuar contando como foi mergulhei mais fundo nesse mundo!

Apesar de já estarmos tendo aula há uns dois meses, ainda estávamos sob influência do futebol, e continuamos insistindo em chutar a bola oval, e falhando miseravelmente. Então os professores resolveram ensinar como e quando fazer isso, apresentando mais um dos termos do Rugby.

Não preciso dizer que o Drop Kick causou confusão já no nome, “Drop é cair, então a gente tem que deixar a bola cair, certo? Mas isso não é Knock On? E Kick é chute, então a bola tem que estar no chão pra chutar?”

Com muito trabalho conseguimos entender que a bola só podia pingar uma vez no chão para, então podermos dar o pontapé. E, depois, aprendemos em quais situações o Drop Kick pode ser usado.

Termo do Rugby - Drop Kick

Obrigatoriamente, ele precisa ser usado no início (o chamado kick-off) ou reinício do jogo ou caso o jogador queira tentar um Drop Goal, que é chute direcionando às traves e vale três pontos. Ele é opcional nos penais (é como são chamadas as faltas) ou nas conversões (todos os times têm a oportunidade de chutar a bola no H, e se passar entre as traves, o time marca mais dois pontos).

Perdemos a conta dos tombos e mesmo àqueles que eram muito bons no futebol, tiveram muita dificuldade para fazer a bola ir pro lugar certo. A facilidade de chutar a bola que estamos acostumados, faz com que acreditemos que é fácil com qualquer outra bola. Até hoje, ainda tenho problemas para fazer com que ela siga na direção que quero. Talvez com mais alguns (muitos) anos de prática, meu pé descoordenado consiga entrar em um acordo com a bola.

Eu gosto de acreditar que não fui a única a tropeçar quando estava aprendendo, então comenta aqui embaixo com o quê você teve mais dificuldade ou se você se entendeu com a bola logo de cara.

E, fica ligado, que logo menos a parte 3 dessa aventura vai ser postada aqui no ReUnion!