Rugbytona – a maratona do rugby

Ééééééééééééééé, fala galera, fevereiro chegou e com ele um final de semana de rugby internacional quase ininterrupto!!! Só os fanáticos verão, só os fortes sobreviverão!!! Explicando, teremos na sequência:

 

– 5ª 23hs: 3ª etapa da Sevens World Series Feminina em Sidney Austrália, transmissão no face, youtube ou site da World Rugby, varando a madrugada na fase de grupos. As Black Ferns vem de conquistas nas duas primeiras etapas, e sinceramente não imagino que as australianas tenham forças para reagir em casa, nem qualquer outra seleção do circuito, o momento é das Ferns.

 

– 6a  às 18hs na ESPN França e Gales abrem o 6 Nations, jogo com certo equilíbrio, com favoritismo para Gales podendo até ganhar com boa vantagem, mas a França jogando em casa pode aprontar alguma surpresa, para Gales como para si mesma, é definitivamente o time mais maluco do mundial.

 

– Quase paralelo, começa o torneio masculino da Sevens World Series também em Sidney, em sua 4ª etapa o circuito está pegando fogo após as duas vitórias seguidas de Fiji (Cidade do Cabo/AS e Hamilton/NZ), os três vices dos EUA, estão empatados em pontos na liderança da WS, e com os All Blacks colados logo atrás em 3º, não dá para perder. O torneio também vira a madrugada na fase de grupos, misturado com 4as de final do feminino e semis do thophy.

 

– no Sábado, ao meio dia o Nations tem sequência com Escócia x Itália, com favoritismo dos escoceses para amplo placar inclusive, mas os corações carcamanos sonham com a boa fase do Benetton Treviso nas ligas europeias, base da seleção italiana, para tentar armar alguma para a Escócia, lembrando que se a França é um time imprevisível, a Escócia é o time digamos, mais azarado da história, tudo pode acontecer com eles.

 

– logo após este jogo, ocorre o choque de Titans do final de semana, Irlanda x Inglaterra se enfrentam em Dublin numa quase final já na primeira rodada, com Gales correndo por fora, as duas seleções são as favoritas ao título de 2019. A Irlanda vem de um ano mágico em 2018, com 6N e vitória sobre os All Blacks na bagagem, 2ª na história, 1ª em Dublin. Cacifo aqui um favoritismo para a Irlanda, mas como sabemos os Ingleses são casca grossa e devem tentar arramar o jogo, quem gosta de rugby é simplesmente proibido de perder esses jogo. Os dois jogos, assim como todo o 6 Nations tem transmissão pelos canais ESPN.

 

– seguimos na pegada, já com um montre de breja na cabeça (estarei em casa, bebam com moderação), família querendo me matar, às 16:40 pelo Watch ESPN temos a abertura do Americas Rugby Championship 2019, com Chile x EUA, o momento e favoritismo é do dos Eagles, atuais bi campeões do ARC e devem vencer com largo placar os aguerridos Condores.

 

– às 18hs, somos nós finalmente!!!! Os nossos guerreiros Tupis vão à Patagônia (de novo isso) encarar a Argentina XV, favoritismo óbvio dos Hermanos que estão com aquela derrota para nós no sulamericano 2018 atravessada, mas sabem que se derem espaço o Brasil é hoje um time que sabe matar jogo e aproveitar oportunidade mesmo com diferença técnica, principalmente nos 20 minutos finais dos jogos, onde todo o trabalho feito no programa de alto rendimento da CBRu com os atletas, mostra resultado, assim se a Argentina jogar na pegada os 80 minutos, deve ganhar por boa margem mas com o Brasil lutando bem, se der mole vai se complicar. Vai Tupis!!! Transmissão nos canais ESPN.

 

– seguindo na noite de sábado, teremos uma mistura de ARC, com Canadá x Uruguai, no Watch ESPN com favoritismo dos Teros, o Canadá não contará com os atletas que jogam na Europa, e o seu rugby interno passa por um momento estranho, dos 6 países do ARC, é o que está em pior situação considerando toda a tradição de 2ª força das américas, que era até pouquíssimos anos, quanto ao Uruguai, sou suspeito para falar pois admiro demais o país no geral, seu povo e o time, são quase um milagre. Em paralelo recomeçam em Sidney as finais, masculina e feminina, da WS, novamente virando à noite até a manhã de domingo, e de lambuja com transmissão pelo face da MLR ou nas paginas dos clubes, tem que procurar, começa a 2ª rodada da liga profissional dos Estados Unidos, que também terá jogos na noite de domingo. Vi a temporada inaugural em 2018, e confesso que adora aquela bagunça, um jeito diferente de se jogar, correria, pouco jogo de base, mas ao mesmo tempo muito impacto no jogo aberto, é bem interessante de ver, e por causa do fuso horário, quase não compete com outras opções de rugby.

 

É isso aí, neste final de semana estendido já nesta 5ª, com rugby around the clock e do mundo, via ESPN ou opções pela internet, para fanático nenhum reclamar da vida!!!