Gales tira o posto dos All Blacks – Caminho pro Japão

O País de Gales segue Caminho pro Japão tendo superado os campeões do mundo no ranking mundial. Depois de quase 10 anos no topo, a Nova Zelândia perdeu o posto de número 1 para os galeses que assumem a posição pela primeira vez na história.

Mesmo que os All Blacks tenham garantido a Copa Bledisloe com uma magnífica vitória por 36 a 0 contra a Austrália no Eden Park, em Auckland, o País de Gales sabia que uma vitória contra a Inglaterra no Principality Stadium no final dos dois jogos os faria passar os campeões mundiais.

O resultado foi equilibrado até o final, mas o País de Gales manteve a vitória por 13 a 6, com George North marcando o único try do jogo, depois de receber um chute de Dan Biggar, escolhido como man-of-the-match.

A Inglaterra ficou sem pontuar no primeiro tempo pela primeira vez desde que perdeu para a França por 16 a 0 nas quartas-de-final da Copa do Mundo de Rugby de 2011, mas a pressão na segunda metade trouxe dois pênaltis de George Ford.

Com a classificação de Gales aumentando agora para 89,43 pontos de classificação, três centésimos separam os vencedores do Seis Nações, com um Grand Slam, dos campeões do mundo, a Nova Zelândia.

O País de Gales é apenas o quarto time a ocupar o ranking número um, depois da Inglaterra, da Nova Zelândia – por 88,29% do tempo – e da África do Sul.

A Inglaterra, enquanto isso, cai para o quinto lugar depois de ter sido superada pela África do Sul, que venceu por 24 a 18 a Argentina em Pretória. No entanto, poderia ter sido uma história diferente para os Springboks, já que o Los Pumas negou a chance de sair com uma rara vitória em solo sul-africano depois de uma tentativa ter sido descartada por obstrução no início do movimento.

A França troca de lugar com a Escócia e sobe de um a sétimo, depois de uma vitória de 32-3 sobre a equipe de Gregor Townsend, em Nice, na qual Maxime Medard conseguiu uma finalização.

A vitória da Itália sobre a Rússia, por 85 a 15, não teve nenhum efeito no ranking, com os lados ficando em 13º e 20º, respectivamente. Matteo Minozzi marcou seu primeiro início de teste na ala por mais de um ano com três gols e um dia depois foi nomeado na equipe da Azzurra pelo RWC 2019 .

Da mesma forma, Uganda e Zâmbia permaneceram inalterados em 42 e 65 depois que o Cranes venceu sua partida da Copa Victoria por 38 a 22 em Kampala.